Enquanto você discutia se Bitcoin é bolha, o mundo mudou.

Não dê ouvidos a quem diz que Bitcoin é uma bolha, bobagem ou perda de tempo.

Algumas mudanças são difíceis de notar, nós estamos perto demais. O dia a dia disfarça gradualmente a perda ou ganho de peso, o crescimento dos filhos, a perda de cabelo. Só percebemos quando encontramos alguém que não nos vê há algum tempo.

Há um grande interesse, atualmente, sobre o Bitcoin e outras criptomoedas. Acompanhamos as cotações com olhos grudados no tela, atentos a qualquer movimento. Consumimos artigos com fortes opiniões para tentar saber se é uma bolha ou não. E enquanto perdemos nosso precioso tempo com comparações com tulipas e número de transações por segundo, esquecemos de olhar para frente. E quando olharmos o Bitcoin já mudou o nosso mundo.

Assim como a internet há muitos anos, abriu-se uma porta que não pode mais ser fechada com infinitas possibilidades. E aos poucos, pode alterar toda nossa sociedade.

Para entender as proporções desta revolução, sugiro ler o ótimo artigo publicado pelo Nassim Taleb. Em certo ponto ele destaca:

“Bitcoin is a currency without a government.”

(Bitcoin é uma moeda sem um governo)

O Bitcoin introduziu, com sucesso, a ideia de descentralização. Finalmente podemos ter algo complexo como uma moeda sem depender de um poder central como um governo. Sim, eu sei que ainda há muita volatilidade e gargalos, assim como em qualquer nova tecnologia. Mas lembre-se que, não muito tempo atrás pessoas se perguntavam se essa tal de internet teria capacidade de substituir o fax. Era uma preocupação legítima a sua época e hoje ninguém se lembra do que era um fax.

O Bitcoin não é perfeito, mas é possível.

Mais adiante, Taleb complementa:

“It may fail; but then it will be easily reinvented”

(Pode falhar; mas pode ser facilmente reinventado)

Por mais sedutor que seja discutir o seu preço hoje, isso não é importante pra história. O Bitcoin pode desabar e desaparecer amanhã, mas o conceito e a ideia introduzidos podem ser replicados e aperfeiçoados.

Mas isso leva tempo, e atropelados pelo dia a dia, não prestamos atenção. Em 2013, muito antes de toda essa atenção, o Andreas M. Antonopoulos escreveu o seguinte:

“Bitcoin represents the usurpation of currency from the domain of the State to the domain of technology. Separation of State and Money.”

(Bitcoin representa a apropriação da moeda do domínio do Estado para o domínio da tecnologia. Separação de Estado e Dinheiro.)

Um dos pilares do mundo moderno, foi a separação da religião do Estado. Nós estamos vivendo o exato momento em que a ideia de separar a Moeda do Estado tornou-se possível. Sim, há pelo menos 5 anos esta revolução está em curso e poucos estão prestando atenção.

Não sabemos se, quando ou como isso vai acontecer. Mas sabemos que isso irá mudar nossa sociedade.

Retornando ao texto do Taleb:

“But its mere existence is an insurance policy that will remind governments that the last object establishment could control, namely, the currency, is no longer their monopoly.”

Mas a sua simples existência (o Bitcoin) é uma apólice de seguro que irá lembrar aos governos que o último objeto que a situação poderia controlar, leia-se Moeda, não é mais seu monopólio.

A relação entre Estado e individuo tem uma nova dinâmica. Por isso, eu sugiro deixar de lado o ceticismo. Você não precisa investir dinheiro em criptomoedas, mas sugiro investir ao menos um pouco do seu tempo estudando o assunto.

Ótimo texto para começar está aqui: A Letter to Jamie Dimon

Deixe uma resposta